terça-feira, 28 de dezembro de 2010

...... Mais um livro que se inicia.....

Encerra se mais um ano em sua vida
Quando este ano começou. Ele era todo seu
Foi colocado em suas mãos
Podia fazer dele o que quisesse
Era como um livro em branco,
E nele você podia ter um poema,
Um pesadelo
Uma blasfêmia,
Uma oração.
Podia...
Hoje não pode mais
Já não é seu.
É um livro já escrito...
Concluído...
Como um livro que tivesse sido escrito por você,
Ele um dia lhe será lido,
Com todos os detalhes,
E não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto...
Antes que termine este ano,
Reflita,
Tome seu velho livro
E folheie com cuidado...
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos
E pela consciência;
Faça o exercício de ler a você mesmo.
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida
Em que usou seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito.
Não...
Não tentes arrancá-la
seria inútil...
Já estão escritas.
Mas você pode lê-las
Enquanto escreve o novo livro que será entregue.
Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu,
E evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro,
Você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio,
E terá, para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Ainda que tenha páginas negras,
Entregue e diga apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!!
E, quando o novo ano chegar,
Será-lhe entregue outro livro,
Novo,
Limpo,
Branco,
Todo seu,
No qual irá escrever o que desejar...
FELIZ LIVRO NOVO



aos amigos, seguidores e leitores do meu Blog um
2011 cheio de alegria, prosperidade, harmonia, paz
e toda felicidade do mundo

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

BANHO SENSUAL autora: Lulena


Água morna que escorreem
meu corpo teso e vibrante...
lembro-me de ti nesse instante...
pego o sabonete
e deslizo em minhascoxas macias...
demoro-me na maciez e umidade quente do prazer...
Hummmm!
Como te quero!
invadindo minha intimidade
com teu sexo túrgido e cheio de tesão.
toco-me, não espero...
adrenalina pura, química, toque,amasso cheiro...
Explosão...
nesse roçar lúbrico eu em ti e tu em mim...
vaivém deslizante em caríciassem fim...
quero sentir nesse banho tuas delícias em meu corpo nu...
nessas penetrações prazerosas
chego a tocar o céu...
quando sinto escorrer em minhas pernas...
teu néctar e teu mel...

A pessoa errada autor Luis Fernando Veríssimo




Pensando bem,
Em tudo o que a gente vê e vivência
Ouve e pensa
Não existe uma pessoa certa para nós
Existe uma pessoa
Que se você for parar para pensar
É, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa
Faz tudo certinho
Chega na hora certa,
Fala as coisas certas,
Faz as coisas certas,
Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras
Perder a hora
Morrer de amor
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
Que é para na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada é, na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas
Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível
Essa pessoa talvez te magoe
E depois te enche de mimos pedindo seu perdão
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% da vida dela esperando você
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem q aparecer para todo mundo
Porque a vida não é certa
Nada aqui é certo
O que é certo mesmo é q temos que viver
Cada momento
Cada segundo
Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo,conseguindo
E só assim.
É possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz: "
Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade
Tudo o que ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada
Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito para nós...

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O toque das mãos autor Luz das Estrelas



Não existe coisa mais gostosa que ser tocada, antes, durante e depois do sexo.
Nada como sentir o toque das mãos, seus dedos ágeis e carinhosos em meu corpo. Iniciando pela sola do pé, subindo pelas pernas, pelas coxas alisando com delicadeza e carinho, provocando arrepios, me fazendo desejar que suba mais e mais, ate chegar às virilhas, sentir o toque dos dedos no clitóris., num movimento lento e delicado, onde fecho os olhos e deliro de prazer, sentir o toque no canal vaginal num movimento frenético e voltando ao clitóris novamente lento e preciso, onde sinto ondas de calor, o grito sufocado o corpo a pulsar sem controle, dando como premio o gozo do prazer.
Nada como sentir o toque das mãos sobre os seios o roçar dos dedos brincando com os bicos deixando endurecidos provocando arrepios e espasmos de um gozo prazeroso. Depois no conforto dos braços daquele que soube usar antes demais nada as mãos, para me provocar, acariciar e dar prazer...

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Morango e chocolarte autora Sane




Hum!!!Morangos ...
Em chocolate quero os banhar...
Para em teu corpo os fazer deslizar
Em teus labios ...
saborear
Para o chocolate lamber
Hum...
e depois te beijar
Morangos , meu amor eu quero provar
Não em um prato
Mas em teu corpo
Que rolem...
e deslizem...
Para onde eu possa ir buscar
Onde acabam!?
Hum !...
No vermelho da carne
e no sabor do morango e chocolate

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Banho Sensual Autor: Doce Demónio




Hoje vou dar dicas para um banho sensual a dois. Em um clima de sedução, você vai dar banho em seu amado, vai estimular os cinco sentidos e para isso, o preparo do ambiente é uma etapa fundamental:
- Espalhe pétalas de rosa no banheiro (em volta do banheiro, dentro da água, no caminho que leva do banheiro ao quarto). Coloque velas aromáticas e coloque um recipiente com frutas (morango, uva, kiwi), na borda da banheira e também duas taças com uma bebida nobre (pode ser vinho branco ou um espumante). Deixe a água do banho em uma temperatura agradável.
- Tire a roupa do seu parceiro bem devagar ao som da música. Use uma música tipo New Age, no estilo de Enya, Sarah Brightman, Lorena Mackenitt, ou outra cantora que vocês curtam.
- Se ele estiver usando uma camisa, abra os botões lentamente, beije seu peito e escorregue as mãos por suas costas. Em seguida tire o restante da roupa. Procure deslizar as mãos pelo corpo dele
- Tire a roupa devagar olhando-o sensualmente nos olhos durante todo o tempo e siga o ritmo da música.
- Comece o banho.
- Espalhe com as mãos a espuma por todo o corpo dele, começando pelos pés e subindo até o rosto. Quando chegar ao rosto, brinque um pouco com a fruta, passando-a na boca de seu parceiro.
- Deslize suas mãos por todo o corpo dele. Depois, com a ajuda de uma esponja macia embebida em sabonete líquido, refaça o mesmo caminho dando atenção especial ao pênis. Retire o seu amor da água e seque-o lentamente com uma toalha macia.
A partir daí, tudo pode rolar. Aproveite o clima criado e a excitação que estará no ar.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Quero ser tua .... autora Raquel



Olha-me...
Vê-me...
Percorre os meus braços leves
Com tuas mãos firmes...
Acaricia-me...
Arrebata as tuas mãos
Na minha cintura...
Sente a minha respiração...
Deixa-me sentir a tua!...
Beija-me...
Percorre os meus lábios
Com os teus em círculo

Deixa-me provar o teu sabor!
Aquece-me....
Faz-me arder no teu corpo
Sedento, quente
Deita-me...
Nesse chão e morde-me
Molha-me...
Com a tua saliva no meu ventre
Persegue-me...
Com a tua língua nas minhas pernas
Escuta-me...
Incompreensíveis gemidos
Soltos em eco
Deixa-me ser amazonas
Deixa-me ser menina
Deixa-me ser mulher
Deixa-me ser louca
Deixa-me ser escrava
Selvagem...
Angelical...
Pérfida...
Comum...
Surpreendente...
Rude...
Ténue...
Passiva...
Activa...
Ousada...
Eu...
Deixa-me ser....
Tua...



domingo, 19 de setembro de 2010

Grande amiga Grande irmã


Minha amiga e irmã Kamaya
Já tem um tempo que nos conhecemos, que nos encontramos, que nos tornamos amigas
De repente nos afastamos, não por que brigamos, ou coisa parecida, foram vários motivos na vida dessa minha amiga irmã...
Na semana passada, quando eu já me preparava pra sair do MSN, quem fala comigo...
Isso mesmo minha maninha amiga
Kamaya...Que saudades eu tava de você amiga, minha felicidade foi tamanha por saber que você esta bem...que ainda me tem como sua amiga...
Minha amiga e irmã quero deixar aqui registrado, para que todos que visitarem meu blog saiba o quanto te quero bem o quanto te amo.

Poema do amigo aprendiz

Quero ser o teu amigo.
Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Pe. Zezinho SCJ

sábado, 18 de setembro de 2010

Então você quer ser uma escrava? A realidade por Miria Hunter


Eu decidi escrever esse artigo porque eu tenho visto muitas submissas entrando nesse estilo de vida esperando que as coisas sejam perfeitas, como se fosse um sonho. Eu não desejo arruinar os sonhos de ninguém, nem afastá-las da idéia, mas o que eu desejo é explicar como as coisas realmente são.Ser uma escrava pode ser, e tem sido para mim, uma vida maravilhosa. É tudo o que eu sempre quis ser. É também mais do que eu esperaria, e ter alguém explicando para mim as realidades, antes da minha decisão, teria facilitado a minha transição.
Para os objetivos desse artigo, estarei endereçando as questões relativas à ser uma escrava 24×7. Os comentários são meu ponto de vista, ou seja: uma escrava tendo um Dono. Mas isso não exclui outras combinações (masculinas- femininas). Claro que, para essas outras, não posso comentar sobre experiências pessoais. O que segue são as minhas experiências da vida real.

Primeiro, há algumas coisas que você precisa descobrir a seu respeito. Você quer estar numa relação 24×7? Quem sabe você deseja somente ser escrava durante as sessões? Ou talvez você deseje ser escrava apenas durante algumas atividades. Há diversas maneiras para ser uma escrava, e você terá que descobrir por você mesma o que é o adequado para você.

Segundo, você terá que aprender a ser honesta consigo mesma. Descubra o que você fará e o que não fará e o que poderá ser um “talvez”. Procure dentro de você o que você realmente deseja e, quando você o descobrir, seja honesta com quem você troca idéias. Não concorde com algo no longo prazo que você sabe que não poderá cumprir. Pergunte a você mesma as questões mais duras. O restante deste artigo irá mostrar para você a realidade de algumas situações nas quais você poderá basear suas decisões, em lugar de sonhos de terceiros sobre como poderia ou deveria ser.

Estará você preparada para abrir mão de 100% do controle da sua vida para alguém? Escravas 24×7 fazem isso. Em sessões ou cenas, isso acontece e seu Dono terá controle total mas, após o final, tudo voltará ao normal.

Você gosta de música “country”? Ou, quem sabe, Rock and Roll? Considere isso. O Dono, cuja coleira você eventualmente irá usar, poderá gostar somente de música clássica ou outro tipo que você não gosta. Será que você está preparada para abrir mão das suas seleções para ouvir somente a música que ele gosta?

Este tipo de sacrifício pode ocorrer com várias outras coisas que você hoje gosta. Eu, por exemplo, raramente consigo escutar o tipo de música que aprecio, porque ele prefere Hard-Rock. Quando eu sou uma boa garota ele, eventualmente, permite que eu ouça as minhas músicas, desde que todas as minhas tarefas estejam cumpridas. Note que eu disse “permite”. Uma coisa simples como ouvir música passa a ser uma recompensa para mim. Não é garantido que você terá essa ou outra permissão quando você o desejar. E esse tipo de limitação poderá ser aplicado a quaisquer outros pequenos prazeres que você tenha, como ver TV, escolher seus amigos, ou qualquer outra coisa.

Há algum tipo de roupa que você goste? Cores ou perfumes que você sempre gosta de usar? Se seu Dono não aprovar, pode ser que você se veja usando roupas e cores com as quais você jamais sonharia. Quem sabe ele poderá escolher as suas roupas pela manhã? Será que você está preparada para aceitar graciosamente as escolhas dele? E se ele escolher roupas totalmente inapropriadas para o local onde você irá? Você aceitará sem hesitação? Eu tenho a sorte dele permitir que eu escolha as minhas roupas a maior parte das vezes. Mas, a qualquer tempo, ele poderá desejar que eu use outra coisa e eu terei que me trocar imediatamente. E, acredite-me, ele realmente pode exercitar esse direito. Eu aprendi a sempre perguntar o que ele deseja que eu use, quando vamos a algum local especial.

Estará você preparada para trocar seu estilo de cabelo, cor ou comprimento, para satisfazer seu Dono? Tudo isso passará a ser decisão dele, após você aceitar a sua coleira, da mesma forma que qualquer outra coisa que foi sua. você não mais terá nada. A partir do momento no qual você aceitar a coleira, tudo será dele. Você não mais terá o “seu” carro ou “suas” roupas, mas “dele”, que as emprestará a você quando ele o desejar. Se ele desejar, você não usará nenhuma roupa. Isso será escolha dele e não sua. Lembre-se: você terá que abrir mão do seu direito de escolha.
Você tem uma cadeira favorita ou uma certa forma de sentar ou caminhar? Seu Dono decidirá se você sentará na cadeira ou no chão. Ele terá a palavra se você irá cruzar as suas pernas ou se sentará com elas bem abertas. Você terá que pedir permissão para deitar-se ou para sentar-se. A maioria das escravas tem direito a um colchão no chão, sobre o qual podem deitar-se sem pedir permissão, porém a liberdade termina por ai. Você terá até que pedir permissão para sentar-se à mesa para comer junto do seu Dono.
Foi um dia cheio no trabalho. Você chega em casa desejando apenas tomar um bom banho e relaxar. Bem, isso depende da vontade DELE. Estar cansada, sentindo-se mal ou até doente não a libera das suas tarefas básicas de preparar a refeição dele, cuidar das coisas dele e você irá para a cama quando ele ordenar, estando você preparada ou não. Não haverá um “estou muito cansada” ou “não me sinto bem” ou até “estou na TPM”; nada disso. A menos que ele libere você das suas tarefas, será sua responsabilidade executá-las.

É sua responsabilidade informar seu Dono sobre seu estado de saúde. Afinal, cabe a você cuidar da coisas dele e você é uma das coisas que ele mais preza. Sabendo do seu estado, ele provavelmente liberará você das suas obrigações e cuidará para que você sinta-se melhor breve, em condições de voltas às suas atividades e capacidades.

Muitas vêm para este estilo de vida esperando serem usadas sexualmente, para servir seu Dono quando ele o desejar. Mas eles nem sempre consideram esse aspecto. O aspecto predominante na vida da escrava é estar à serviço do Dono e não ser servida por ele. Entretanto, estar sempre pronta para ele, a qualquer hora, pode ser uma expectativa não prevista. A velha desculpa “hoje não, querido, estou com uma dor de cabeça” não funciona no ambiente D/s.

Para assegurar que ele tenha prazer, você deve sempre expressar o seu prazer também. Nunca faça-o sentir que sexo é uma obrigação para você; algo que você só faz por ser parte da situação. Ao contrário, demonstre que você tem prazer com a relação.

Se seu Dono mandar você fazer alguma coisa, você não poderá questioná-lo. É sua obrigação responder ou agir sem fazer perguntas. Mais tarde, se isso for permitido na sua relação com ele, você poderá pedir permissão para fazer suas perguntas. Entretanto, é importante que você as faça apenas para satisfazer sua curiosidade, jamais para questionar a autoridade dele.

Você acha que ser uma escrava é ser coagida, forçada a servir? Você acha que você jamais poderia fazer isso a menos que fosse coagida? Então, pense de novo. Escravas entram no relacionamento por livre escolha. Não estamos mais nos dias de escravidão forçada; é uma questão de escolha. Sua escolha! Você é a pessoa que irá decidir entregar seu poder para seu Dono. E você irá fazer isso não porque você será forçada a tal, mas porque você precisa disso. Sim, durante seu relacionamento, você será obrigada a fazer coisas, mas nunca será nada contra aquilo que você é. Seu Dono poderá sentir que o fato de você obedecer a um determinado comando ajudará você a ser uma pessoa melhor ou ajudará você a se desinibir.

E como é o seu temperamento? Será você uma “estouradinha”, sempre pronta a perder o controle quando está zangada? Ou será você uma dessas que tudo aceitam e, de repente, se aborrecem por acharem que seus sentimentos foram feridos? Um Dono não deseja ter um capacho como escrava, nem alguém que viva tentando dizer a ele como fazer as coisas. Aprender quando e de que forma dizer as coisas será algo muito importante no seu relacionamento. Se você não disser ao seu Dono o que a incomoda, então você não terá nenhum direito de ficar zangada posteriormente. Por mais que você o ache onipotente e maravilhoso, ele não lê mentes: a menos que você diga, ele não terá como saber. A chave, como eu disse há pouco, é saber como dizer a ele.

Sua auto-disciplina é muito importante nessa relação. Você tende a postergar as coisas? Você não poderá fazer isso tendo um Dono. Haverão tarefas que seu Dono te dará que ele espera que sejam cumpridas numa forma e velocidades definidas por ele e não por você. Os desejos e necessidades dele serão colocados antes dos seus. Auto-disciplina é semelhante à auto-controle. Sua habilidade em completar as tarefas definidas pelo seu Dono será muito importante. Como uma escrava, você terá a necessidade de controlar suas ações de forma a permanecer dentro dos limites impostos por ele.

Se ele disser que você não pode algo, você simplesmente não pode. Fazendo de qualquer forma ou não contando a ele não torna a atitude correta. No caso de uma relação Dono/escrava, o que ele NÃO sabe pode machucá-lo da mesma forma que pode machucar a relação que você levou tempo para construir. Mesmo uma simples mentira “inócua” pode destruir a confiança necessária para realmente estabelecer esse tipo de relacionamento.

Sobre as suas necessidades e vontades: você sabe a diferença entre elas? Se ainda não, eu recomendo fortemente que você as descubra antes de entrar na servidão. Algumas vezes pode ser difícil distinguir, mas será importante que você faça isso. Seu Dono irá assegurar que todas as suas necessidades sejam satisfeitas, mas as suas vontades, ou desejos, serão uma opção dele permitir ou não. Necessidades são requerimentos da vida para que você se mantenha saudável física e emocionalmente. Isso nos permite crescer espiritualmente e emocionalmente. Se você pode sobreviver sem uma determinada coisa, então essa é apenas uma vontade. E vontades são usualmente dadas como recompensa por bom comportamento.

Para ser uma escrava, haverão uma série de coisas a aceitar dentro de você e situações às quais se adaptar. Seu primeiro objetivo na vida será ver o prazer (tanto mental, quanto físico) do seu Dono, da forma em que ele o deseja. Para fazer isso, você deverá aprender bem sobre ele. Descubra o que o agrada e o que o desagrada. E, note que isso não significa apenas na área sexual. Você aprenderá que o sexo é apenas uma parte do seu relacionamento.

Aprenda a antecipar todas as necessidades dele, sem que seja algo forçado. As necessidades e vontades dele compreenderão estímulo intelectual, prazer físico, apoio emocional e outras coisas que serão únicas à ele. Lembre-se: físico não é apenas sexual. Prazer físico poderá incluir, sem estar limitado à, tocar, massagear, petiscos favoritos, roupas e cores, como exemplo. Será seu trabalho garantir que os prazeres físicos dele sejam satisfeitos de todas as formas. Pense sobre os cinco sentidos a torne o ambiente agradável para ele. Nunca esqueça: a coisa mais agradável para ele deve ser você.

Como escrava dele, você deverá descobrir o que agrada o seu Dono. Ele não deverá precisar pedir constantemente por coisas básicas – você deverá aprende-las. Se o copo dele está vazio, quietamente e de forma oportuna, você o encherá. Lembre-se você está fazendo isso para o prazer dele e não o seu. Apenas por ele não notar ou agradecer, não quer dizer que você esteja fazendo errado. Observe o sorriso dele. Ele está confortável? Se ele estiver alegre e contente, então você está trabalhando bem e o contentamento dele deve ser a sua recompensa. Mantenha em mente que você faz as coisas para ele e não para a sua própria satisfação. Sua felicidade deve vir de servir a ele e do fato dele estar alegre.

Como eu disse no início desse artigo, não estou tentando amedrontar e afastar você do mundo D/s. Meu objetivo é assegurar que, uma vez que você entre nesse mundo, você o faça de olhos abertos, sabendo completamente o que esperar. A estrada não será fácil. Você deverá re-aprender muita coisa do que você sempre teve como garantida: coisas que você faz sem nem mesmo pensar, como simplesmente sentar numa cadeira. Estes são ações sobre as quais a gente nem pensa mais. Isto é, até que você encontre o seu Dono.

Tudo o que você aprendeu antes de ler esse artigo provavelmente é verdade. Ser uma escrava é uma vida maravilhosa: é onde você é cuidada por alguém. A maior parte das decisões está fora das suas mãos e nas mãos do seu Dono. Mas muitas decisões ainda serão deixadas para você tomar. A maior parte dos Donos desejam uma escrava que seja esperta, que tenha senso de humor e vontade própria. Não há prazer em ter um capacho que apenas fica lá, aguardando ser pisada. Ele ficaria aborrecido bem rápido. Ser você mesma é o melhor conselho que posso dar e isso tem sido uma verdade absoluta para mim.

Ser uma escrava será tudo o que você sempre sonhou e muito mais, se você entrar nessa vida sabendo exatamente o que esperar dela. Se você realmente desejar esse tipo de vida, você perceberá que, logo após você entrar nela, você estará flutuando no ar. Partes do seu ser que nunca foram completas ou satisfeitas se completarão. Entregando o controle a outra pessoa, eu encontrei a minha liberdade: a liberdade de descobrir e ser a pessoa que eu sou, por dentro.

Espero que, após ler esse artigo, você seja capaz de fazer uma escolha mais consciente sobre esse tipo de vida. Nunca esqueça que o requerimento mais importante para a existência desse tipo de vida é a honestidade. Honestidade para com você mesma, em primeiro lugar. Entretanto, você descobrirá que isso não é tão fácil quanto parece. Uma vez que você aprender isso, você encontrará a sua paz e poderá entrar na servidão com sua mente clara, sabendo onde você está e para onde você deseja ir. Quando você aceitar a coleira do seu Dono, você abrirá mão dos seus direitos. Seus amigos, sua vida – nada permanecerá como seu. Ser uma escrava significa abrir mão de muito mais do que ser apenas uma submissa. Você abrirá mão de todos os seus direitos na vida. Escrava não é apenas uma palavra; é um estilo de vida, uma ação definida.

Tradução do original: “So, you want to be a slave ? The Realities”, by miria hunter.

Traduzida pelo Carcereiro

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Regras de Etiqueta Pública SM Traduzido do livro de Glória G Brame



Chame um dominador pelo título escolhido por ele (por exemplo, mestre, senhor, etc..) Se você não souber qual é, PERGUNTE.Não esbarre em um dominador, não fique demasiado perto dele, nem ofereça sua mão para cumprimentá-lo. Espere polidamente até que o dominador a cumprimente ou inicie um aperto de mão.Você não necessita agir como um rato, mas é respeitoso abaixar periodicamente seus olhos em deferência ao dominador.A única pessoa que tem o direito de lhe dar ordens é alguém a quem você cedeu consensualmente o controle. Se tal pessoa der uma ordem, a resposta apropriada é, "sim, senhor”.Quando uma ordem é dada, faça o possível para cumpri-la imediatamente.Se a ordem implicar em um limite, use sua palavra de segurança (se você tem uma), ou diga ao dominador que você está tendo um problema e necessita lhe falar.Se um outro dominador tentar requisitá-la ou lhe dar ordens, a resposta apropriada é, "eu não tenho autorização para isso".Qualquer um que tente pressioná-la a fazer algum serviço ou obedecer alguma ordem, e diz que isso é esperado de todas as submissas, deve ser evitado e ignorado.Regra básica: se alguém for rude com você, você não tem nenhuma obrigação de ser polida com ele, mesmo que seja um dominador. Certamente ele não é uma boa pessoa.Abra as portas para o dominador e espere até que ele passe completamente antes de segui-lo.Tenha um isqueiro ou os fósforos acessíveis assim você pode acender um cigarro ou um charuto para o dominador.Se o dominador fumar, esvazie discretamente o cinzeiro com certa freqüência.Ofereça-se para buscar uma bebida para o seu dominador.Mantenha um olho no copo da bebida do dominador e começar um encha-o sempre que estiver vazio.Se ofereça para carregar casaco ou paletó para o dominador, bolsa ou pasta de equipamento, ou qualquer outro objeto incomodo.Ao estar próxima do seu dominador, certifique-se de se manter atrás de seu cotovelo, de modo que o dominador esteja ligeiramente a sua frente. (nota: alguns dominadores podem requerer que você se ajoelhe na sua presença).Não suponha que você pode pegar uma cadeira ao lado do seu dominador, a menos que ele já tenha discutido isso com você. Espere até que seu dominador lhe diga onde se sentar. Se o dominador não lhe der nenhuma instrução, pergunte polidamente onde ele quer que você fique.Evite fazer pedidos com frases tais como "eu quero" ou "eu preciso”. Em vez disso, peça o privilégio começando com: "eu posso, por favor" ou "Mestre, posso ter a permissão...".Se você estiver em um clube ou em uma festa, nunca permaneça afastada do seu dominador ou dê a impressão que você preferiria estar em outro local, mas sim, ao lado dele. Se algo excitante estiver acontecendo e você está morrendo de vontade de prestar atenção, ou se você vir pessoas às quais conhece, peça permissão para ir.Não importa quanto atrativo um outro dominador pode ser, quando você está na companhia do seu dominador, controle a si própria e não flerte nem expresse de outra maneira interesse desobediente e desagradável em alguma outra pessoa. Mesmo se você não é ainda encoleirada ou possuída formalmente, se você desejar se tornar posse, reduzirá significativamente suas possibilidades agindo dessa forma.Lembre-se sempre de dizer "obrigado" para cada privilégio que seu dominador lhe conceder. Por exemplo, se você receber permissão para fazer algo, não saia correndo como um animal recém libertado de uma gaiola. Dá a outros a impressão de que você não agüentava mais esperar para sair do lado de seu dominador.Não discuta em público com seu dominador. Se você estiver verdadeiramente preocupada com algo que não pode esperar até que vocês cheguem em casa, peça a seu dominador permissão para discuti-la confidencialmente e fora do alcance da multidão.

TESOUROS


Ela tinha um baú, o baú guardava seus tesouros.
Ele disse que tinha a chave.ela não acreditou, achou que era “esmola demais” e como boa cega que era, desconfiou.Ele permaneceu seguro de si.ela ficou curiosa, quis pagar pra ver.Ele botou preço.ela iniciante, achou o preço alto demais, tinha pouco guardado pra dar; tudo bruto, nada lapidado. Como dar o que não se tem? Pensava ela.Ele dizia: todo o tudo dado com confiança, alegria e sinceridade são muitas, mesmo que seja pouco.ela foi dando, moedinha após moedinha.Ele foi recebendo.ela foi se alegrando e quanto mais sua miséria ofertava a Ele, mais plenitude alcançava.Ele aceitou de bom grado, observando-a, mostrou-lhe a chave.ela plena teve medo, é uma chave para as trevas, pensou.Uma chave para a luz, a tua luz, disse Ele.ela pediu para segurar a chave na mão.Ele deixou, cuidadoso.ela, criança descuidada e cada dia mais confiante, brincava com a chave.Ele a observava e tecia anotações secretas, sério.ela aproximou a chave da fechadura, encaixou-a e sua plenitude aumentou a ponto de se esquecer do cuidado que deveria ter para com Ele e para com a chave Dele e feliz e inadvertidamente alegre corria nos campos do seu SENHOR.Ele importunado com o barulho que ela fazia tentou alertá-la.ela não percebeu, emocionada com suas pequenas descobertas, só via a si mesma de modo mesquinho, egoísta, vil.Ele então deu um passo para trás.ela não se deu conta do ato.Ele sem retirar os olhos dela, percebeu que ela movimentava a chave na fechadura, reticente.ela, torcendo a chave na fechadura, correu na direção Dele, qual criança estabanada que mal aprendeu a andar.Ele decepcionado recuou, não a queria assim, estabanada, descuidada.ela abriu o baú.Ele virou-lhe as costas.ela estendeu em suas mãos os tesouros guardados: DESEJO, ENTREGA, OBEDIÊNCIA, SUBMISSÃO.Ele foi embora.ela chorou.…Ela de posse dos tesouros, pouco a pouco, tomou consciência de si.Ele não viu.ela rastejou até Ele, certa de sua sujidade e inadequação.Ele olhou para outras pastagens, mais verdejantes.ela abnegada se ofereceu, se prostrou a seus pés, implorou lavando o chão que Ele pisa com seu sal.Ele não se comoveu.Então ela que se sabia incapaz de ser de qualquer outro além Dele, colocou aos pés Deste os seus tesouros, o baú aberto e a chave…E até hoje ela em silêncio, invisível, prostrada ao lado do assento Dele vazio, cão fiel guardando sua morada, espera por um olhar; vigia e ora esperando que Ele volte.ela se chama apenas submissa.Ele DOMINADOR.ela, sou eu hoje.Ele… é o meu SENHOR

quarta-feira, 21 de julho de 2010



Se lhe agrada ter-me ajoelhada diante de ti,
Eu me ajoelharei reverentemente.

Se lhe agrada apossar-se de mim,
Eu alegremente lhe oferecerei os braços.

Se lhe agrada tocar-me,
Eu me permitirei ser tocada.

Se lhe agrada ensinar-me,
Eu aprenderei tudo que puder.

Se lhe agrada disciplinar-me,
Eu aceitarei sem um som sequer.

Se lhe agrada me permitir servi-lo,
Eu o servirei com lealdade e devoção!

(autor desconhecido)


domingo, 4 de julho de 2010

Ser submissa não é apenas se ajoelhar e obedecer as ordens.

Ser submissa é sentir o toque na alma....do Homem que do seu corpo toma posse sem pedir licença...Do Homem que entra em sua mente invadindo e mudando seus pensamentos, fazendo-lhe ver o mundo como Ele quer que você veja...Ser submissa é sentir o afago do Dono, na dor do chicote...é saber que o Homem que mais lhe tortura, é também quem mais te protege.Ser submissa não é se obrigar a fazer o indesejável...é se fazer o que mais quer...porque seu querer esta nas vontades de quem a Domina...Porque seu contentamento está na alma do Homem ao qual pertence.

sábado, 3 de julho de 2010

Bdsm Cerimônia Das Rosas Simbolismo




O BDSM é cheio de tradições e cerimônias que são raramente presenciadas pelo mundo lá fora. Talvez uma das mais significativas seja "A cerimônia das rosas". Esta cerimônia esta cheia de simbolismos e misticismos que vem de séculos atrás. O significado...Um vínculo eterno Um casal que decide se manter juntos por toda a vida e alem dela opta por este ritual como uma declaração simbólica de seu compromisso. Somente o casal participa da cerimônia. A submissa carrega uma rosa branca, não muito aberta. O Dominador carrega uma rosa vermelha, quase totalmente aberta. Ambas as rosas devem ter espinhos em seus caules e terem sido colhidas ha pouco tempo. O casal fica um de frente para o outro. A sub segura a rosa branca. Seu Dominador, segurando a rosa vermelha, diz... "Minha Luz das Estrelas, a partir desse momento tomo seu destino em minhas mãos, para sempre protege-la e guiá-la por toda a eternidade". Com o espinho de sua rosa vermelha ele pica o dedo do meio dela e deixa duas gotas de sangue cair sobre sua rosa branca. Ela então oferece o espinho de sua rosa e ele fura seu próprio dedo e deixa duas gotas de seu sangue cair sobre a rosa branca. Uma em outra pétala e outra em cima da que contem o sangue dela. Os dois unem então os dedos e fazem sua promessa de união pelo sangue. "Faço desse ato o símbolo de nossa união e que nesse momento toda a energia de nossos corpos se unam, fazendo eterno nosso Amor".
As rosas são colocadas juntas deixando que o sangue da dela beije a rosa dele, e então são trocadas. As rosas irão para um único vaso e mais tarde ao quarto do casal onde poderão contemplar sua união durante aquela noite. Depois dividem seus sonhos e expectativas enquanto arrancam as pétalas e acondicionam juntas em uma caixa. Estas pétalas são mantidas pelo resto de suas vidas e, muitas vezes enterradas com eles.

A revelação do simbolismo
As rosas:
A rosa branca ainda não aberta simboliza a submissão. A cor branca representa a pureza de seu presente, e o fato de ainda não ter aberto, que a submissão ainda não atingiu seu complemento. E nunca vai. A submissão pode ir sempre mais fundo, sempre crescendo e a submissa nunca vai chegar a um ponto que não pode dar mais um pouco a seu Dominador.

A rosa vermelha, quase totalmente aberta, significa a Dominação. O vermelho significa a paixão e desejo dele de protegê-la e possuí-la a qualquer preço, mesmo que para isso ele tenha que derramar o seu sangue.A rosa esta aberta simbolizando o fato dele estar maduro e pronto para assumir suas responsabilidades.

O sangue:
Picar o dedo da submissa representa o simbolismo da entrega. Ela sangrou para se entregar totalmente e Ele. E ao picar seu próprio dele Ele esta mostrando sua vontade em protege-la e defende-la. As gotas sendo unidas na rosa representam a união dos dois. Pressionando os dedos juntos mostram que seus laços são mais fortes que os de família. Agora são da mesma carne do mesmo sangue. Trocar as rosas simboliza a entrega de um ao outro.

As pétalas:
A mistura das pétalas simboliza a mistura de suas vidas. Os casais geralmente as mantém em jarras decorativas, até estarem secas. No caso de morte algumas são colocadas juntas, simbolizando uma união que irá além da vida. Muitas lendas são contadas sobre rosas que nasceram em túmulos como uma evidencia de que seus amores ainda
existia

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Mulher, qual é o teu nível?

1. Nível mínimo - são mais facilmente encontradas nas relações chamadas baunilhas, uma vez que são muito românticas carinhosas e açucaradas, enjoativas e pegajosas... Podem ser encontradas aos montes nos divãs dos analistas querendo entender por que sofrem de depressão e são infelizes nas suas relações amorosas e ou sexuais, ou por que foram traídas. Geralmente são mulheres mal resolvidas sexualmente, que dizem que só fazem amor, e dificilmente usam termos do tipo: vamos transar, vamos fazer um sexo e coisas assim. Para esse tipo de mulher uma puxada de cabelo pode significar uma falta de ternura, uma grosseria, uma selvageria e o máximo que curtem de submissão, é ficar por baixo durante um papai e mamãe. Jamais vão aceitar, por exemplo, assistir um vídeo pornô, deixar filmar a transa então ??? vixeee......nem pensar...... Estão afastadas da sua verdadeira natureza...


2. Nível intermediário - é aquela que precisa de certo vínculo para transar, mas, curte transar de quatro, faz um sexo oral na boa, gosta de ouvir uns xingamentos básicos, algumas curtem umas bolachas de leve na bunda, e gostam que os homens as peguem firme e as joguem na cama. De vez em quando elas também ficam por cima, mas, no geral, preferem que o homem tenha o controle. Gostam mesmo é de sexo apimentado, de viver alguns fetiches e param por ai... Apesar de tudo isto, nem sempre fazem anal ou deixam gozar na boca...


3 - De alto nível de submissão - gosta de se sentir uma puta na cama, gosta de ser pega firme pelos cabelos, gosta de palmadas firmes, estaladas, no bumbum, no rosto, na xoxota , gosta de ser amarrada e vendada, gosta de estar servindo o Dono, sendo seu objeto de prazer, sua escrava sexual, gostam de xingar e ser xingada. Adora transar de quatro, adora sexo anal, e faz tudo o que o Dono manda ela fazer. Adoram chupar até o final, gostam de receber leitinho no rosto, nos seios, sabem lamber seu Dono por inteiro, não reclamam nem sentem nojo se o Dono resolver mijar dentro dela e depois mandar chupar o seu pau. Sempre que está com seu Dono, se veste de maneira ousada e provocativa, tem iniciativa consentida pelo Dono para ousar. Não se preocupam de estar na frente de outras pessoas, em publico e trocar carinhos ousados. Não se incomodam se o Dono a expõe as vistas de outros homens, só para que os mesmos babem de invejam e saibam que aquela puta tem dono e ela o respeita... Essas são submissas de alto nível, da melhor qualidade. E são raras estas mulheres.... aliás quanto mais independente a mulher for ... Mais submissa ela gosta de ser com seu Dominador... Voltar à sua verdadeira natureza animal... Fêmea feliz e orgulhosa da sua condição... E que ao fim de cada sessão ( ou trepada) levanta os braços, se espreguiça e mentalmente diz: Hummmm como sou feliz!!!!!!!
Qual o tipo de mulher vc é?
Qual o tipo de mulher vc prefere?
Faça seu comentario, Obrigada

domingo, 20 de junho de 2010

A DIFERENÇA ENTRE MASOQUISTA, SUBMISSA E ESCRAVA



Masoquista é a que sofre

Submissa é a que ama

eu sou apenas tua escrava

Tu me dizes quando é para sofrer

ou é para amar

AMOR DE QUATRO autora LUNA ECHANT


`De quatro"você me pede e mede alonga alinha esfrega "não nega" você apela e mela e molha esfola atola nos quartos de quatro nas ancas"cadela!"e soca estoca afunda na bunda "potranca!" e trepa cavalga esfola atola no rabo e goza me goza chama de "puta"e ama.

sábado, 19 de junho de 2010

QUERO VOCE!!! autora Vania Staggemeier para o SENHOR DOM CAMILLO

Em cada amanhecer...Seduzindo-me com teu olhar...Com teu sorriso...Com tuas palavras...Com teu carinho...
Eu quero você...Sempre todo dia...Encantando-me...Com suas poesias...Com sua ternura...Com seu amor...
Eu quero você...A cada anoitecer...Enfeitiçando-me...Com sua
alegria...Com sua magia...Com teu mistério...Que só eu sei...
Eu quero você...Na rua... Na chuva...No
sol... Na noite de luar...Não importa o lugar...Eu quero você...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

MEU SENHOR! Minha generosidade é tão ilimitada quanto o mar, meu amor tão profundo, quanto mais eu dou-te, mais que eu tenho, pois ambos são infinitos. Eu sou grata para toda a beleza que eu já vi, pois as pétalas de cetim de cada rosa vermelha e verde das florestas. Eu sou grata, pela beleza do pôr do sol em chamas contra o céu de veludo preto, e para as nuvens que dança graciosamente. Eu sou grata pela beleza do arco-íris e luxuriante grama com orvalho da manhã, mas eu sei que vou ser mais grata ainda para o nosso encontro, MEU SENHOR. Estou pensando e desejando que o SENHOR estivesse perto de mim agora , eu sinto que uma parte do SENHOR está aqui, mesmo agora, porque o SENHOR está em mim. AMO-TE SENHOR

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Amar é quando não dá mais pra disfarçar

Tudo muda de valor

Tudo faz lembrar você

Amar é a lua ser a luz no teu olhar

Luz que debruçou em mim

Prata que caiu no mar

Suspirar sem perceber

Respirar o ar que é você

Acordar sorrindoTer o dia todo pra te ver

O amor é um furacão

Surge no coração,

sem ter licença pra entrar

Tempestade de desejo

Um eclipse no final de um beijo

O amor é estação, é inverno, é verão, é como um raio de sol

que aquece, tira o medo de enfrentar o risco, se entregar

Amar é envelhecer querendo te abraçar

Dedilhar num violãoa canção pra te ninar...

EU TE AMO SENHOR

Eu te chamo... Digo,
O Senhor me ouve?
Eu quero te dizer o que sinto sem o SENHOR.
Eu penso no SENHOR, tenho saudade...
Eu sei que não consigo te esquecer,
Preciso do teu calor... Envolva-me nos teus braços
Posso te dar tudo... O SENHOR é a felicidade a minha vida...
Eu amo o SENHOR... O SENHOR não sabe?
Estas são as palavras vindas do mais profundo do meu ser
O SENHOR é o meu sentido, a minha meta, a resposta para toda minha vida...
Preciso do teu calor... me envolva nos teus braços.
Eu penso no SENHOR dia e noite
Todos os meus sonhos... Sonhei só pra o SENHOR
Eu amo O SENHOR... Estas são palavras vindas
Do mais profundo do meu ser
EU TE AMO SENHOR ...MEU DONO

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Mensagem escrita pela minha amiga KEL ( te amo amiga)


Luz das Estrelas
A amizade que hoje nos une se tornou muito especial, você é a pessoa que nos meus momentos de tristeza chora comigo, me dá seu ombro amigo e a sua mão para que eu me segure e não acabe caindo de vez nos obstáculos que encontro pelo meu caminho.
Nos momentos de alegria sorri comigo e me incentiva a seguir em frente.
É a amiga e conselheira está sempre disposta a ouvir, apoiar e ajudar.
Um dos maiores privilégios que tenho em minha vida é ser sua amiga, você é uma das melhores pessoas que já cruzaram minha história.
Agradeço a Deus sempre por ter colocado você em meu caminho, digo sempre a Ele que foi o melhor presente que eu recebi, pois és um ser iluminado que com o seu carisma e companheirismo representa com nobreza a palavra Amizade.
“Estrelinha”
Obrigado por ser minha amiga!

domingo, 6 de junho de 2010

OS DEZ PRINCÍPIOS DE UMA ESCRAVA SUBMISSA

1. A escrava deve ter como objetivo máximo o bem-estar e a satisfação dos desejos e interesses do Dono sejam de que natureza for. Em caso algum a escrava colocará os seus interesses particulares à frente dos interesses do Dono, embora em muitas situações os interesses de ambos possam ser coincidentes.
2. A escrava deve ser para o seu Dono fonte inesgotável de prazer, alegria e descontração. Deve por isso cultivar a sua própria boa-disposição, riqueza interior e serenidade. Deve procurar aprender e manter-se atualizada. Deve também cuidar de si de forma a ter a melhor aparência possível, e manter uma boa saúde física e mental.
3. A escrava deve ter para o seu Dono total disponibilidade física, mental e emocional. Deve arrumar a sua vida de maneira a poder responder de uma forma imediata e entusiasta a qualquer solicitação do Dono. Na Sua presença, tudo o resto é secundário, melhor ainda, esquecido. Na ausência do Dono, manterá uma postura irrepreensível, lembrando-se sempre a quem pertence.
4. A escrava deve seguir o seu Dono com devoção, onde quer que vá e o que quer que faça. Sempre meio passo atrás: atenta e cúmplice.
5. A escrava deve empenhar-se em conhecer profundamente o Dono, os seus gostos e preferências. Saber o que o agrada em cada momento e proporcionar-lo. Deve também erradicar da sua vida qualquer fator de desagrado.
6. A escrava deve ser leve, delicada, feminina. Deve aprender a suavidade dos gestos, a humildade do olhar e saber comportar-se em todos os momentos com graça e sensualidade.
7. A escrava é também objeto de prazer sexual do Dono. Como tal, deverá estar sempre pronta a ser usada, em qualquer circunstância ou lugar, pelo Dono ou por quem este designar. Deve focar-se na satisfação dos prazeres do Dono como objetivo único. A sua própria satisfação, se a houver, será sempre opção do Dono e será sempre tomada como uma dádiva.
8. Como propriedade do Dono, a escrava deve esperar ser usada, abusada, esquecida, desejada, preterida, acarinhada, ignorada, escolhida, desprezada, sem que nada disso interfira na sua total entrega e dedicação ao Dono. Deve esperar ser castigada se o merecer, mas também se não o merecer ou compreender de imediato. E saber aceitar, oferecendo sem hesitação o seu corpo ao castigo.
9. A escrava deve ter tanto de reservada e discreta como de devassa, obscena, lasciva, ser um anjo e uma puta. E saber passar de um estado ao outro a um gesto ou olhar do Dono.
10. Por fim, a escrava deve ambicionar ser um prolongamento do Dono, mover-se ao Seu ritmo e ao Seu gosto, ser a Sua sombra e o Seu reflexo.

APRENDI...

Aprendi... Que ninguém é perfeito enquanto não te apaixonas. Aprendi... Que a vida é dura mas eu sou mais que ela!
Aprendi que... As oportunidades nunca se perdem aquelas que desperdiçam... Alguém as aproveita
Aprendi que... Quando te importas com rancores e amarguras a felicidade vai para outra parte.
Aprendi que... Devemos sempre dar palavras boas... Porque amanhã nunca se sabeas que temos que ouvir.
Aprendi que... Um sorriso é uma maneira econômica de melhorar teu aspecto.Aprendi que... Não posso escolher como me sinto... Mas posso sempre fazer alguma coisa.Aprendi que... Quando o teu filho recém-nascidosegura o teu dedo na sua mão tenta prendê-lo para toda a vidaAprendi que... Todos, todos querem viver no topo da montanha... Mas toda a felicidade está no percurso da subida.Aprendi que... Temos que aproveitar a viageme não apenas pensar na chegada. Aprendi que... O melhor é dar conselhos só em duas circunstâncias... Quando são pedidos equando deles depende a vida.Aprendi que... Quanto menos tempo se desperdiça...mais coisas posso fazer.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

NOITE SEM LUAR!!! autora Vania Staggemeier

Nesta noite sem luar...Ponho-me a te imaginar...Quando será o dia ...Que virás me amar...Em outra noite de temporal...Meu coração acelera...E eu a me perguntar...Por onde andarás você... Nesta noite sem luar...Chamo-te e tu não respondes...A noite é longa...O temporal não passa...E meu coração fica a palpitar...Vago nesta noite negra...Que não quer passar...A solidão me invade...Ponho-me a chorar...Por uma noite que não quer passar... Mas o dia vem raiando...E com ele o perfume das rosas...E comigo a esperança....Que você virá pra aliviar...Este pobre coração...Que hoje clama por seu amor...

terça-feira, 1 de junho de 2010

AMIGOS ANJOS E FLORES!!! uma homenagem ao meus amigos

Assim são os amigos...Assim são os amores...De tanto esperar...De tanto vagar...De tanto chorar...Hoje percebo que sozinha...Já não estou...
E hoje ao despertar nesta linda manhã...Senti um gostoso aroma de flores...Senti a presença dos anjos...Novamente abro minha janela...Da
alma e coração...
E por ela vejo meus amigos...Que mesmo sendo do virtual...Apoiaram-me nas horas de solidão...Recebo sorrisos palavras de alento...E cercada de
anjos percebo que...Sozinha eu nunca estarei...
Hoje mais do que nunca confio...Na sabedoria extrema do Universo...Onde anjos de luz me guiam...Com toda a profundeza e nobreza...Da dádiva divina que é o amor...

sábado, 29 de maio de 2010

QUERO VOCE autora Vania Staggemeier essa é para você DOM CAMILLO


QUERO VOCÊ!!!
Em cada amanhecer...Seduzindo-me com teu olhar...Com teu sorriso...Com tuas palavras...Com teu carinho...
Eu quero você...Sempre todo dia...Encantando-me...Com suas poesias...Com sua ternura...Com seu amor...
Eu quero você...A cada anoitecer...Enfeitiçando-me...Com sua
alegria...Com sua magia...Com teu mistério...Que só eu sei...
Eu quero você...Na rua... Na chuva...No
sol... Na noite de luar...Não importa o lugar...Eu quero você...

MULHER autora Vania Staggemeier Essa é uma homenagem a GUERREIRA ZENITH


Temperamento modificado...
É o que todas nós temos...
Toda mulher é única...
Toda mulher tem suas fazes...
Toda mulher tem seus dias de cão...
Toda mulher sangra...
Toda mulher é paixão...
Toda mulher é magia...
Toda mulher acredita no amor...
Toda mulher tem seu poder...
Tem seu brilho e sua luz...
A mulher...
Acredita nos sonhos...
Nas fantasias... Na poesia...
A mulher busca... Não desanima...
A mulher é alegria... Dá a luz...
A mulher Ama... Seduz...
E conduz... Canta... E se encanta...
A mulher inventa e se alimenta de...
Todos seus sonhos e fantasias...
A mulher...
Cria... Vai a luta...
É guerreira e busca...
Ela espera... Tem paciência...
É ternura e brandura...
É feiticeira na hora de seduzir...
É misteriosa com sua força e magia..
Toda mulher é aquela que com toda...
Brandura e candura...
Sabe suportar toda dor...
De amor e desamor...
Sabe enfeitiçar e encantar...
Com sua alma de muitos mistérios...
Toda mulher é você...
Sou eu... Somos nós...

sexta-feira, 28 de maio de 2010

É assim que te amo! autor Célia Jardim

É assim que te amo! Quero ser em sua vida amor constante, que mesmo que estejamos distantes, possa sentir minha presença... Que nada tire de você a certeza, que neste amor há toda uma beleza, que o faz ser por toda vida... Quero ser seu sorriso mais bonito, seu chão, seu pão, seu céu, seu infinito, pois você é meu lado sem defeito, meu mundo de Paz, mundo perfeito... Flor do meu jardim, de um inigualável colorido, cheiro suave de jasmim, meu perfume preferido... Você é meu raio de sol, meu raio de luar, minha luz, que me aquece, ilumina e conduz... Você é tanto que não me canso, de buscar algo para comparar, mas tudo fica tão pequeno, quando tento explicar, meu jeito de te amar... E, tudo que preciso, é ver sempre o seu sorriso, cada vez que por você eu chamo, e ouvir você dizer, assim também te amo...

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ao Luar do Sertão Autora Dolce Bárbara

Esta é minha mais nova amiga SUB JORDÃNIA, uma pessoa que já vem me encantado com seu jeitinho meigo

Ao Luar do Sertão

Tem gente Que traz no olhar, O brilho das estrelas, Nos lábios um imenso sorriso.
N'alma a luz do sol e um coração... Repleto de bondade... Estas pessoas Eu chamo de simplicidade.
Gosto de gente simples assim, Aquelas de bom dia, boa tarde e boa noite, Quando falam nos sentimos abraçados por elas... São palavras Tecidas em conforto Por onde passam espalham luz Trazem consigo o rótulo da humildade...
Ao seu lado Somos importantes Elas nos fazem sentir gigantes. São feitas de essência de Deus Pai...
Pessoas de personalidade, porque a verdade Só tem um jeito de “ser"... Ser importante...
São tão especiais, que quando estão longe, A gente quer perto, quando estão perto A gente as quer p'rá sempre. Gosto de gente assim...

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Nossa amizade é especial

Minha amiga Nubia, uma pessoinha que amo muito, uma grande irmã

Durante toda a minha vida muitas pessoas passaram por mim dia após dia, mas somente algumas destas pessoas ficarão pra sempre em minha memória, estas pessoas são ditas amigas e as levarei pra sempre em meu coração. Às vezes pelo simples fato de terem cruzado a minha vida, às vezes pelo simples fato de terem dito uma única palavra de conforto quanto eu precisei, as vezes por terem me dado um minuto de sua atenção e me ouvido falar de minhas angústias, medos, vitórias e derrotas. Às vezes por terem confiado em mim e me contado também os seus problemas, seus medos angústias e vitórias, isso é ser amigo é ouvir é confiar é amar e amigos de verdade ficam pra sempre em nossos corações. Assim como as pegadas na alma que são indestrutíveis. A você minha amiga, a você que é tão especial e importante para mim, eu amo você e sua amizade para mim tem um valor enorme e nada que eu possa dizer a você pode ser tão especial o mais significativo que a sua amizade.

domingo, 23 de maio de 2010

Minha amizade com FLOR DE CRISTAL ( foi com esse avatar que te conheci)

Amiga Florzinha nos conhecemos em momentos de muitos problemas, vc sabe disso....mas nada atrapalhou nossa amizade e o carinho que tenho por vc, e nada vai atrapalhar, desde que nos conhecemos ( isso a mais de dois anos) sempre acompanhei tudo de perto,te conheço bem, sei quando não esta bem até no virtual, acredito que não foi por um acaso que nos conhecemos, acredito que temos algo a cumprir aqui juntas, por isso estamos juntas ate hoje e a cada dia que passa nossa amizade é maior. TE AMO minha amiga

quinta-feira, 20 de maio de 2010

ARTE Autor(a): Tavi {CS}


Com audácia, a menina rastejava
O trono vazio a acolhia
E a pequena, de joelhos, declamava
Ao submundo, um poema que dizia:
Conhecemos o frio das correntes
O calor das velas, o fogo das mentes
Afiadores de faca, artistas das cordas
Artesãos da coleira e da alma
Nós descemos mais baixo
Até o escuro dos Dungeons
E subimos mais alto
(suspensos pés que voam)
Assistimos à dança dos gemidos
E sabemos
Qual o de medo, qual o de ânsia
Qual o de dor, qual o de gozo
Valorizamos a Lágrima tanto quanto o Riso
Conhecemos todo o tom de roxo
Não tememos os grilhões, Aceitamos a algema
Sabemos couro pelo som, sabemos aço pelo gosto
Nossas cartas de amor são escritas nos corpos,
Peritos da carne transpassada
Mãos que batem e acariciam...
Lábios que gemem e que beijam!

Escrava do Ódio autora - Raquel

Sempre...
Sempre escrava do odeio,
escrava do horror,
das humilhações
da raiva,
da soberania,
dos incansáveis
das sensações infinitas,
das dores inflamáveis
Escrava do medo,
do desejo, das rosas, dos beijos
Escrava do sorriso,
da satisfação, escrava da ironia
Dos gestos banais.
Mas sempre contente de ser a sua escrava,
e sempre implorado, pedindo mais...

terça-feira, 18 de maio de 2010


RUM COM PASSAS...

Rum com passas: era o sorvete preferido dele;
Sorvete que ele espalhava quando me seduzia,
Um paladar tão gostoso, o sabor que eu sentia,
Quando lambia a calda que ia escorrendo nele...

Rum com passas: era só a chave de um desejo;
A senha que me liberava de qualquer complexo,
A passagem do sorvete frio para o quente sexo,
A porta que se abria depois de um longo beijo...

Rum com passas: era o sorvete preferido dele;
Sorvete que eu mesmo sempre lambuzava nele,
Esperando que o seu corpo mudasse de sabor...

Rum com passas: para mim é marca preferida;
Sorvete que faz lembrar minha paixão perdida
Num gosto de Homem: sabor de um grande amor...

autor

A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?

Charles Chaplin

sábado, 15 de maio de 2010

Autor - Carlos Drummond de Andrade


Satânico é meu pensamento a teu respeito, e ardente é o meu desejo de apertar-te em minha mão, numa sede de vingança incontestável pelo que me fizeste ontem. A noite era quente e calma, e eu estava em minha cama, quando, sorrateiramente, te aproximaste. Encostaste o teu corpo sem roupa no meu corpo nu, sem o mínimo pudor! Percebendo minha aparente indiferença, aconchegaste-te a mim e mordeste-me sem escrúpulos.
Até nos mais íntimos lugares. Eu adormeci.
Hoje quando acordei, procurei-te numa ânsia ardente, mas em vão.
Deixaste em meu corpo e no lençol provas irrefutáveis do que entre nós ocorreu durante a noite.
Esta noite recolho-me mais cedo, para na mesma cama, te esperar. Quando chegares, quero te agarrar com avidez e força. Quero te apertar com todas as forças de minhas mãos. Só descansarei quando vir sair o sangue quente do seu corpo.
Só assim, livrar-me-ei de ti, pernilongo Filho da Puta!!!!
Carlos Drummond de Andrade

Luxuria - Isabella Taviani

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Autor(a): Morgana Bastos


Ah... Madrugada companheira de sonhos e devaneios. Tão doce é o sabor das lembranças, mas me fustiga o coração.
Belo é a essência das paixões vividas nos seus braços. Que envolve os corpos desnudos e ardentes.
A sinfonia da pele, dos espasmos, da volúpia. Cúmplice da libido, do momento...
Ah... Madrugada... Presencia meus delírios. Afaga minha solidão e derrube minha carência!
Porque a saudade me aperta e castiga, m’alma reclama a ausência, meu olfato o perfume, a língua sente falta do sabor e os olhos querem só ver o quão é enigmático a reação da presença da carne, do tato.
Ah... Madrugada... Repousa meu coração e acalenta minha dor até meu dono voltar e devolver toda alegria, todo o prazer e todas as caricias.
Suas mãos, sua chibata, suas correntes, sua presença dominante... E que não esqueça de trazer suas vontades, seus desejos, suas fantasias de me fazer tua... Sempre tua..
Submissa!

Quando descobri que queria ser sub

A coisa de 4 anos, vendo vídeos e lendo sobre o assunto descobri que sempre fui sub, só não tinha me descoberto ainda....
Fui me analisando, vendo coisas do passado, coisas oculta dentro de mim, que gostava como ser obediente fiel ao namorado, gostando que ele me dissesse o que deveria fazer
Como ele gostava das coisas, achava bem legal quando falava como deveria me vestir,
Quando via um filme onde o moçinho pegava a mocinha, colocava no colo e dava boas palmadas, gostava daquilo, muitas vezes sonhava que o mocinho me dominava, ou levava um tapa na cara, por alguma coisa que falava, me via amarrada, imobilizada, impedida de fugir e sentir a mão máscula de um homem passeando pelo meu corpo, passou o tempo, de repente descubro que existe o BDSM, comecei a estudar e ler sobre o assunto me aprofundar, descobri que era isso que queria.
Tive certeza absoluta, quando apareceu em minha vida uma pessoa especial um DOM,muito querido, onde passou a ser dono e carcereiro do meu corpo da minha alma iniciando me como sub ensinando um pouco mais do que sabia, onde me educou, adestrou, a seu gosto, me amou e me faz sentir amada.
Assim me descobri, o quanto ser sub me deixa feliz.

domingo, 9 de maio de 2010

FELIZ DIA DAS MÃES


Que tal um doce para os dias das MÂES


PAVE DE PESSEGO

Ingredientes1 latas de leite condensado
2 latas de creme de leite
1 copo de leite
1 colheres de amido de milho
1 lata de pêssego
2 pacotes de biscoito maizenaModo de Preparojunte o leite condensado,creme de leite,leite e o amido de milho
numa panela;mexendo sempre ate engrossar.em seguida corte o
pêssego em pedaços pequeno,molhe o biscoito na calda do pêssego,e
monte- o camada por camada.
ex:
1-biscoito
2-creme
3-pêssego
no final decore seu pavê á gosto, e leve á geladeira

FELIZ DIA DAS MÃES

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Autor(a): Carla {ALINE}

Agonia

Me sinto desfalecer!
Uma fraqueza me invade,
assim como o movimento das ondas
famintas em direção a areia...
Consigo sentir o sabor do sal
na fúria do mar com fome
e o som da areia faminta por água...
Confluência perfeita prestes a unirem-se...
Começo a delirar e meu corpo estremece
e uma dor aguda me invade!
Me dobre e caio de joelhos
e me contorço em espasmos!
Minha boca está seca,
completamente seca,
tão seca que não consigo engolir...
Minha garganta arde e minha saliva engrossa
tentando matar essa sede de mar,de oceano
invadindo as areias escaldantes....
É uma fome ancestral que torce minhas tripas
em frente ao banquete à minha frente
esperando apenas por um gesto que não posso dar!
Só meus olhos vislumbram o oásis que vejo
tão próximo da minha boca e das minhas mãos...
Mas estou acorrentada as tuas ordens
que me deixaram imobilizada para a fome e para a sede...
Consigo escutar o som da fome movendo minhas entranhas
e tento beber minha baba para matar minha sede...
Tentativa vã! Impossibilitada estou de saciar a agonia!
Doce agonia! Cruel agonia que me deixa encharcada!
O som das tripas se misturam ao som da cloaca
molhada e alagada no movimento do mar...
A fome,a sede,o tesão de lhe servir,
de me saber lhe dando prazer e lhe causando alegria....
Desfaleço! Enfraqueço e adquiro forças para cumprir
o que me determinaste! E espero como um peregrino,
mendigo do sol escaldante do deserto,
com tudo ao alcance de mim aguardando a hora...
É uma agonia angustiante! Uma agonia extasiante!
Essa fome, essa sede e esse tesão!
Abro minhas pernas e passo a mão em mim...
Me molho com meu gozo e finjo que é o mar!
Água! Preciso de água! Muita água!
Vontade de enfiar minha cara
dentro do meu gozo e lamber toda!
Matar minha sede com minha própria água!
Matar minha fome com minha própria carne!
Canibalismo nefando!
Me dobro mais e mais!
Tesão e agonia!
Estou te servindo! Estou te obedecendo!
Estou te dando minha agonia
em forma do meu prazer!
Porque ele aumenta em me saber servil a ti!
E mesmo em meio a tanta sede e a tanta fome,
me sinto alimentada e saciada e forte,
porque ordenado por ti!
E eu me sacio, saciando a Ti!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

autor Dom Tormentos, enviado por minha amiga flor de cristal{LB}

"...Um Mestre Sádico sente prazer e orgulho ao ver, no fim da sessão, sua peça sair andando, sem nenhuma marca além das que ele desejou que tivesse, sem ter dela derramado nenhuma lágrima e nenhuma gota de sangue além das desejadas por ele. É como se ele tivesse acabado de criá-la e a cada sessão, ele a recria e faz dela cada vez mais sua... sua submissa, sua escrava... Um estúpido enfia a mão no seu peito e arranca o seu coração sem saborear, sem sentir o que faz; um Sádico não, um Sádico enfia a mão no seu peito, segura seu coração e aperta, olha nos seus olhos e saboreia sua dor, nem maior nem menor que a desejada por ele e suportada por você. Um Sádico tem generosidade, um Sádico tem instinto de preservação da peça, um Sádico tem estratégia de ação... o estúpido... bem, o estúpido não é um Sádico de verdade."